• image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image

ICIEG inaugura Gabinete de Apoio às Vítimas de Violência Baseada no Género – Tarrafal de S. Nicolau

 

Resumo - Abertura do gabinete aconteceu na passada sexta-feira e foi presidido pelo Autarca do Tarrafal e contou com a presença de representantes de várias instituições sedeadas no Tarrafal

 

 

O Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género – ICIEG, inaugura Gabinete de Apoio às Vítimas de Violência Baseada no GéneroTarrafal de S. Nicolau

O ICIEG inaugurou esta sexta-feira, dia 03 de Outubro, um Gabinete de Apoio às Vitimas da Violência Baseada no genero, em Tarrafal de São Nicolau.

O ato foi presidido pelo Edil do Tarrafal. José Freitas de Brito observou que a VBG já não afeta apenas mulheres, mas advertiu para a necessidade de haver um trabalho minucioso no sentido de informar as pessoas e explicá-las a importância do referido centro.

Quanto à parceria que permitiu a abertura do Centro, o Autarca classificou-a de “muito boa” e garantiu haver “grande abertura” da Câmara Municipal para esta colaboração

A abertura do Centro de Apoio às Vítimas da Violência Baseada no Género – que funciona na Casa do Direito do Tarrafal é uma resposta a uma exigência da própria sociedade local, conforme observou durante a inauguração a representante da Presidente do ICIEG, Elsa Fortes.

O Gabinete fica localizada na casa do Direito do municipio e conta com apoio da mesma e da Câmara Municipal do tarrafal.

O seu funcionamento vai estar sempre em articulação com a Câmara Municipal, Polícia Nacional, Tribunal, Procuradoria entre outros parceiros – disse Elsa Fortes em representada da Presidente

A Diretora-geral dos Assuntos Judiciais e Acesso ao Direito da Casa do Direito, Filomena Amador, presente na cerimonia da abertura, disse que o Centro do Tarrafal é o quinto que se abre no decurso de 2014 e que tem por objetivo levar a justiça, sobretudo a conciliação para mais perto das pessoas vítimas da VBG. “Este gabinete é muito importante porque vai permitir a conciliação entre pessoas. Aqui, podemos resolver um conjunto de situações”, admitiu aquela responsável.

Durante a inauguração, a Câmara Municipal disponibilizou a sua técnica social, Judiceia Patrícia Soares, para, duas vezes por semana, fazer o acompanhamento das vítimas. Será às terças-feiras, entre as 8 e 12 horas e quintas-feiras, entre as 13 e 16 horas.