Sob este desiderato o ICIEG capacitou 18 técnicos e formadores do IEFP durante 5 dias.
Este acordo pretende ainda criar uma nova forma de relacionamento entre as duas instituições que tem como preocupação comum o empoderamento económico das mulheres e dos homens de Cabo Verde. O protocolo busca também uma maior complementaridade na orientação e inserção profissional de mulheres e meninas e na autonomia financeira das mesmas e para que essa ambição se materialize as duas instituições almejam uma maior sinergia na implementação das politicas ativas de emprego nomeadamente: formação profissional, estágios profissionais, promoção de empreendedorismo e autoemprego, assistência técnica, etc.
A ocasião também foi aproveitada para que o IEFP fizesse a doação ao ICIEG de três (3) computadores para os Centros de Apoio à Vítima que o ICIEG está a instalar nos vinte e dois municípios do país.