Noticias

Nota de repúdio:

Nota de repúdio: O ICIEG, no cumprimento do seu papel de promoção e defesa dos direitos humanos e dos direitos de gênero, vem a público repudiar o conteúdo do Programa Boka Boka, transmitido ontem, 20 de junho de 2020.

 Durante uma rubrica do programa, foram exibidas fotos de mulheres e os participantes homens foram convidados a escolher com quem usar um casal. Neste contexto, foi usada uma imagem de uma mulher transgênero, sem sua autorização, referenciando-se ao mesmo  nome masculino com o qual ela não identifica, sem intuito de alimentar uma brincadeira de característico machista e transfóbico.

Atos como este demonstra que a discriminação contra a comunidade LGBTI persiste em Cabo Verde. Registros que os meios de comunicação têm um papel determinante, como um compromisso, em relação à sensibilização da sociedade civil - devendo contribuir para uma sociedade igualitária, na qual a discriminação não é nunca vista como fonte de entretenimento ou recurso humorístico.

Ressalta-se lá que junho é o mês do orgulho LGBT. Um momento em que é especialmente importante para a visibilidade nas lutas e ganhos desta comunidade, assim como nos desafios para os que enfrentam. Assim, compartilhamos uma mensagem publicada pela Associação LGBTI Cabo Verde, parceira do ICIEG e convidamos, desde já, a todos / como conhecer o nosso trabalho sobre organização de direitos humanos.

O ICIEG também abre portas para todas as pessoas que denunciarem qualquer conduta LGBTI. Outrossim, diante do ocorrido, conclua que as autoridades competentes se aplicam aos fatos e adotam as medidas judiciais cabíveis.

Associação do link:  Associação LGBTI-Praia

# BASTA_DE_HOMOTRANSFOBIA